Não me lembro ao certo da primeira vez que ouvi falar da higiene natural, e nem se foi com esse nome, mas achei bem interessante. Para quem não conhece, a higiene natural é nada mais nada menos que levar a criança para fazer cocô (e mais tarde também xixi) no local adequado e não deixar fazer na fralda. Vou deixar alguns links para quem quiser ler mais a respeito, não vou ficar entrando em detalhes porque posso acabar passando informações incompletas ou até mesmo erradas.

Quero mesmo é compartilhar nossa primeira semana seguindo essa proposta. Aqui em casa tem uma santa que é nossa babá e ajuda a cuidar da Melina (sim, ela está mais para nossa babá, rs). Ela fez isso com os seus filhos sem nem saber que existia esse nome. Certa vez ela viu que a Melina estava querendo fazer cocô e a levou para o quintal para ela fazer ali. Sério! haha. A imagem da Melina me olhando sem saber o que estava acontecendo não foi muito agradável e eu não fiquei muito confortável em vê-la embaixo da árvore fazendo suas necessidades e pedi para não fazer mais.

Bem, por volta de um mês depois quando a Melina estava com um ano e dois meses, ela repetiu o processo num momento que era claro que a Melina queria fazer cocô, só que desta vez ela foi levada no vaso. E ela acabou fazendo e se divertindo com a situação, inclusive se despedindo ao dar a descarga.

Embarcamos na ideia e já no dia seguinte, quando vi que a Melina queria fazer tirei a fralda dela e fomos ao banheiro… não durou dois minutos e o cocô já caía no vaso. Que beleza! Nunca foi tão fácil limpá-la depois de um n˚ 2.

Isso faz apenas uma semana, e o resultado? Nesse período a Melina só fez cocô duas vezes na fralda porque nos confundimos com os horários e perdemos um pouco o foco. Hoje ela avisou que queria fazer. Ficamos impressionados com o nível de aprendizado dela e o poder de observar o próprio corpo.

Ficamos confortáveis em aplicar a higiene natural ao se dar conta que não é necessariamente desfralde. Sabemos que ainda é cedo e a fralda ajuda muito, principalmente quando não estamos em casa, pois um bebê ainda não tem controle total dos esfíncteres. Mas ter mais um ponto de conexão com ela e poder estar presente física e mentalmente, é fantástico.

Para quem quiser mais:

Na higiene natural, bebês podem ficar sem fraldas inclusive à noite

 

Higiene natural: conheça a técnica que dispensa fraldas do bebê

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s